A arte perturba os satisfeitos e satisfaz os perturbados. – Witold Gombrowicz, escritor polonês (1904 – 1969)

Falamos sempre de intervenção urbana, sobre maneiras de transformar o ambiente das cidades em que vivemos e como isso muda nossa percepção desse espaço e realidade. Sendo pequenas ou grandes, essas intervenções propõem um novo olhar sobre a cidade.

Mas não para por aí. Em um movimento que remete ao final da década de 1980 e início dos anos 90, o grafite tem cada vez mais conquistado espaço dentro do conceito Arte. Mesmo que não se importe muito em estar dentro ou fora de galerias (e eles estão por toda parte), o grafite trabalha cada vez mais com valores estéticos, como harmonia das cores, equilíbrio e até discurso político.

Esse é um pedaço do universo do grafite que o filme “A Arte Urbana” procura abordar. Colocando o grafite no mesmo patamar das grandes obras, o documentário expõe um pouco desse cenário, mostrando como alguns grupos e artistas ganharam espaço em galerias, no mercado e na mídia, resultado dessa relação entre “arte x grafite”.

Documentário A Arte Urbana – Teaser 1 from Arte Urbana on Vimeo.

Nomes como Acme, Ment, Toz, Binho e Bragga estão presentes na película, que tem previsão de ser lançada ainda em 2011.

Não deixe de dar uma olhada no site oficial do filme, além dos vídeosfotos.